Simule seu investimento em mogno africano AGORA Simular

MaricáNome Científico: Mimosa bimucronata (Leguminosae – Mimosoideae), Maricá.

Características: Árvore ou arbusto arborescente que pode atingir até 15 m de altura e 40 cm de diâmetro na idade adulta. Folhas com pequenas fissuras e compostas, paripinadas, com pecíolo de 1,5 a 2,5 cm de comprimento, apresentando até dez pares de folíolos. As flores são brancas (ou beges) reunidas em inflorescências e os frutos bastante vistosos e de coloração vermelho-tijolo.

Locais de Ocorrência: Ocorre naturalmente nos estados da Bahia, Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Madeira: Moderadamente densa, com alburno e cerne avermelhados e com baixa durabilidade.

Aspectos Ecológicos: É muito agressivo, característica principalmente de associações secundárias litorâneas em solos úmidos ou brejosos, onde forma densos agrupamentos. Ocorre, também, na vegetação secundária do interior, principalmente em terrenos mal drenados, em afloramentos de rochas e terrenos pedregosos de basalto. 

As espécies de árvores nativas como a MARICÁ são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com a certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Aroeira Preta!

Fale Conosco