Simule seu investimento em mogno africano AGORA Simular

CaviúnaNome Científico: Machaerium scleroxylon (Leguminosae – Papilionoideae), Caviúna.

Características: A espécie Caviúna é perenifólia, com 10 a 20 m de altura e 30 a 50 cm de diâmetro. O tronco é levemente tortuoso e a casca externa possui coloração cinza-escura a marrom-escura, lisa, lenticelada e esfoliante.

Locais de Ocorrência: Ocorre naturalmente nos estados da Bahia e Paraná.

Madeira: O alburno é amarelado, nitidamente distinto do cerne que é castanhado-avermelhado com listras longitudinais mais escuras. Possui alta resistência ao ataque de microorganismos.

Aspectos Ecológicos: Espécie secundária tardia, frequente em capoeirões e pastagens. A floração ocorre entre os meses de outubro e dezembro, a maturação dos frutos de outubro a dezembro de abril a julho, no Paraná; de abril a setembro, em São Paulo e, de agosto a dezembro em Minas Gerais. O processo reprodutivo inicia por volta dos dez anos, em plantios.

Plantio e Utilização: A madeira de caviúna é indicada para construção civil, móveis finos, painéis, marchetaria, peças torneadas, molduras, objeto de adorno, tacos para bilhar e cabos de ferramentas. Além disso, a espécie é recomendada para reposição de mata ciliar, em locais sem inundação.

Produção de Mudas: Recomenda-se semear em sementeiras para posterior repicagem, que pode ser feita duas a quatro semanas após a germinação. A germinação ocorre em até 90 dias após a semeadura. O poder germinativo é geralmente alto (até 95%). As mudas atingem porte adequado para plantio, cerca de seis meses após a semeadura.

As espécies de árvores nativas como a CAVIÚNA são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com a certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Sansão do Campo!

Fale Conosco