Sansão Do CampoNome Científico: Mimosa caesalpiniifolia (Leguminosae Mimosoideae)

Características: O sansão do campo é uma planta espinhenta de 5-8 metros de altura, dotada de copa baixa e densa, e tronco com 20-30 cm de diâmetro. As folhas são alternas espiraladas, compostas bipinadas, geralmente com 3 pares de pinas opostas, glabros de 3-8 cm de comprimento. Flores brancas dispostas em inflorescências e frutos secos de coloração marrom.

Locais de Ocorrência: Ocorre naturalmente na caatinga, do Maranhão até a Bahia.

Madeira: Pesada, dura, compacta, de superfície lisa e de grande durabilidade mesmo em ambiente exposto à umidade. Apropriada para usos externos como mourões, estacas, postes, esteios, lenha e carvão. Além disso, possui características ornamentais, podendo ser utilizada em projetos de paisagismo e como cercas-vivas. Por ser tolerante à luz direta e de rápido crescimento, é ideal para reflorestamentos heterogêneos.

Aspectos Ecológicos: O sansão do campo é uma planta decídua, pioneira, característica da vegetação da caatinga. Ocorre preferencialmente em solos profundos, tanto em formações primárias como secundárias. Produz anualmente grande quantidade de sementes viáveis e suas flores são melíferas.

As espécies de árvores nativas como o SANSÃO DO CAMPO são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com o certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Salta Martim!

Fale Conosco