Árvore AldragoAldrago é uma árvore nativa originalmente encontrada no estado da Bahia, Minas Gerais, Paraná e São Paulo. A árvore Aldrago exala um suave perfume quando florido que pode ser sentido há metros de distância de onde está plantado, muito utilizado na arborização urbana, especialmente em calçadas, praças, parques e jardins por apresentar um desenvolvimento rápido.

 Nome popular: Aldrago, folha-larga, pau-sangue, sangueiro, dragociana, pau-vidro.

Nome científico: Pterocarpus violaceous.

Características: folhas alternas, estipuladas, compostas imparipenadas, com 5-7 folíolos elípticos a ovalados, glabros, de 4-8 cm de comprimento por 3-5 cm de largura. Suas flores são amarelas com mácula púrpura no vexilo, dispostas em racemos axilares.

Locais de ocorrência: Nordeste, Sudeste, Sul.

Fenologia: floresce a partir de meados de outubro, prolongando-se até início de dezembro. A maturação dos frutos ocorre durante os meses de maio-julho, entretanto permanecem na árvore por mais alguns meses.

As espécies de árvores nativas como o ALDRAGO são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com a certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Açoita Cavalo!

Fale Conosco