Simule seu investimento em mogno africano AGORA Simular

O plantio de mogno africano tem crescido devido ao alto retorno financeiro em comparação às aplicações financeiras. Entenda o preço do metro cúbico dessa madeira praticada hoje.

O número de florestas de mogno africano tem crescido a cada ano devido a alta lucratividade que esse cultivo apresenta frente às aplicações financeiras como a poupança, tesouro direto, entre outras modalidades. Para se ter uma ideia, um hectare dessa floresta pode gerar mais de meio milhão de reais no final de seu ciclo.

No Brasil, ainda há poucos plantios que atingiram a idade de corte raso da floresta (17 a 25 anos), por isso, essa madeira ainda é rara no mercado nacional. Contudo, ela é muito cobiçada em países estrangeiros da Europa e da América do Norte. Atualmente, o país que mais produz essa madeira é a Austrália, sendo o maior produtor a empresa African Mahogany Australia (AMA). Mas, afinal, qual o preço do metro cúbico da madeira de mogno africano?

Essa pergunta, aparentemente, simples, não é fácil de ser respondida, pois há diversos fatores que influenciam no preço final e pode variar de acordo com a negociação entre silvicultor e comprador.

3 formas de comercializar a madeira de mogno africano

A primeira forma de venda é a “em pé”, quando a floresta não foi cortada ou desbastada. Nesse caso, o comprador adquire as árvores diretamente com o silvicultor, o qual seleciona e negocia o preço das árvores a serem desbastadas, enquanto o comprador providencia o transporte.

Outra opção é a venda em tora, que seria a madeira já extraída da floresta transformada em toras, através do processo de extração e toragem das árvores. Normalmente a madeira em tora é vendida na propriedade ou entregue na serraria mais próxima para reduzir o custo de transporte.

Certifique-se se elas já passaram pelo processo de secagem e qual foi o método utilizado. A secagem pode ser de forma natural ou em estufa, sendo que essa última acelera o processo e evita a contaminação da madeira por fungos e bactérias.

Por fim, é possível também vender a madeira serrada e seca, ou seja, quando ela já passou pelo processo de desdobro e secagem. O desdobro consiste no corte em pranchas, trata-se da conversão em volume da tora em madeira serrada, na qual obtém-se as pranchas comercializadas em marcenarias.

Por isso definir o valor do metro cúbico do mogno africano é tão complexo, pois não depende apenas da forma que é vendido (em pé, tora, serrada e seca), mas também os procedimentos que esse produto passou. Quanto mais mão de obra envolvida, maior é o preço do metro cúbico.

Preço do metro cúbico do mogno africano no mercado internacional

O preço do metro cúbico da madeira de mogno africano varia de acordo com o diâmetro da tora. Com base em estudos do mercado, o valor da madeira foi estimado entre 200-400 euros para toras com diâmetros inferiores e 500-600 euros por metro cúbico nas toras (em pé) com diâmetros superiores.

Estimativa de preço do mogno africano no mercado nacional

Diante dos dados apresentados é possível calcular uma projeção de preços praticados no mercado nacional de acordo com cada manejo de desbaste e o corte raso da floresta de mogno africano. Por isso, o Instituto Brasileiro de Florestas (IBF) disponibiliza uma planilha modelo de investimento em mogno africano para download. Nesse material gratuito você irá obter a quantidade de metro cúbico produzido, a conversão em reais em cada fase, descontos e a valorização da terra. Baixe agora mesmo:

Botão para download da planilha de investimento em mogno africano