8 árvores com flores para plantar na calçada

Para facilitar a escolha sobre qual árvore para calçada com flores plantar e trazer mais charme para a sua rua, elaboramos essa matéria especialmente para você! Ao escolher, devemos considerar o crescimento da espécie, o desenvolvimento de suas raízes, distância da calçada, exposição ao sol e adaptabilidade ao clima em que deseja plantar.

Independente da espécie escolhida, é indicado mudas maiores de 80 cm ou mais para que não corra o risco dela ser danificada por pedestres ou por animais. Também é indicado construir um cercamento ao redor da muda para evitar maiores danos. 

Além disso, a implantação da muda é crucial para que suas raízes não sobressaiam e danifiquem sua calçada, devendo ser plantada em uma cova de medida: 60 x 60 x 60 cm. 
Essas espécies também são indicadas para áreas de reflorestamento e em fazendas, para criar corredor sombreado e trazer aspecto ornamental mais rico ao ambiente. 

 árvores com flores para calçada

 


Conheça as 8 mudas nativas com flores:

1. Ipê 

É a árvore nativa mais plantada em todo o Brasil, tanto em cidades quanto em florestas, se adapta em biomas variados: do Cerrado à Amazônia, do Pantanal à Mata Atlântica. Existe centenas de espécies de ipê, sendo possível identificar sua espécie por meio da cor de suas flores que podem ser: branco, rosa, amarelo, roxo e verde.

ipe branco flor

A imponente beleza do ipê fez com que se tornassem símbolo de cidades como El Salvador, Venezuela e Paraguai.

  • Altura média: 10 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: A floração ocorre entre junho a agosto, e a maturação dos frutos se inicia em outubro até novembro.

 

 

2. Pata de Vaca (Bauhinia forficata)

Também conhecida árvore orquídea, pelo fato de que suas flores lembram as da orquídea, a Pata de Vaca é uma das espécies mais indicadas para arborização urbana devido ao seu porte que pode chegar até 9 m. Caso seja cultivada em calçadas que possuem fiação, será necessário podar regularmente.

pata de vaca flor

Recebe esse nome popular devido ao formato de suas folhas parecerem com a pata de uma vaca. É uma espécie semicaduca, ou seja, perde parcialmente suas folhas em período de inverno. Os tons de rosa podem variar de acordo com o clima, região e variedade dessa espécie. No geral, a Pata de Vaca se adapta bem a qualquer clima brasileiro e sendo necessário apenas ser plantada ao sol pleno. 

  • Altura média: 5 a 9 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: Floresce a partir do final do mês de outubro até janeiro. A maturação dos frutos ocorre de julho a agosto. 

 

3. Quaresmeira (Tibouchina granulosa)

A Quaresmeira recebe esse nome devido ao período de sua floração, que coincide com o período da quaresma cristã. Sua floração ocorre duas vezes ao ano, sendo mais intensa no início do ano. A segunda floração é no Outono. 

quaresmeira flor

De copa densa, com folhas verde escuro e floração que atrai muito polinizadores, a quaresmeira rosa é uma árvore de fácil manutenção e crescimento lento. Além da importância ecológica, a quaresmeira não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em calçadas sem danificá-las.

  • Altura média: 8 a 12 m.
  • Crescimento anual médio: lento.
  • Meses e duração da floração: Ocorre duas vezes, de junho a agosto e de dezembro a março. Os frutos amadurecem de junho até agosto e de abril a maio. 

 

4. Jacarandá de Minas (Jacaranda Cuspidifolia)

Considerada uma árvore ornamental por sua beleza, o Jacarandá pode atingir até 10 m de altura. Por não possuir raízes agressivas é comumente encontrado em calçadas, parques e em outros centros urbanos e também por ter resistência a poluição, além do rápido crescimento.

jacaranda de minas florNo inverno, o jacarandá-mimoso perde suas folhas, que dão lugar às flores na primavera. Ela se adapta bem em climas subtropicais, porém não apresenta bom desenvolvimento em regiões com secas prolongadas.

  • Altura média: 5 a 10 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: entre agosto e novembro nascem as flores de tons azulados e lilás.

 

 

5. Sibipiruna (Caesalpinia Peltophoroides)

Confundida muitas vezes pelo Pau-Brasil (Ceasalpinia echimata), devido a semelhança de suas folhas, a Sibipiruna é uma árvore de copa bastante ornamental, atualmente muito utilizada no plantio das cidades da região sudeste do país para o paisagismo, é indicada também para a recuperação de áreas degradadas.

sibipiruna flor

No inverno, esta espécie perde quase todas suas folhas, que voltam a brotar na primavera. Podendo viver mais de cem anos, a Sibipiruna é característica da mata atlântica, possui bela flores de coloração amarela em racemos apicais e os frutos são vagens achatadas, contendo de 3 a 5 sementes. A dispersão ocorre pela ação do vento.

  • Altura média: 8 a 16 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: a partir do final de agosto até meados de novembro. Os frutos amadurecem de julho a setembro.

 

 6. Resedá Rosa (Lagerstroemia

Considerado um arbusto rústico e ideal para calçadas, o Resedá possui um porte pequeno, chegando a 6 metros de altura. As suas raízes são superficiais e não destroem calçadas, e suas belas flores são crespas, com bordas onduladas, de coloração rosa, branca, roxa ou vermelha.

resedá rosa flor

Por conta da estrutura de arbusto, é frequente o uso de podas de formação, cortando os ramos finos e deixando apenas um tronco, para dar o formato típico de árvore. Muito comum no sul do país, a espécie reage bem ao inverno brasileiro e é resistente à poluição, pois suas folhas caem apenas uma vez por ano. 

  • Altura média: 3 a 6 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: de outubro a final de fevereiro e início de março.

 

 7. Manacá da Serra (Tibouchina mutabilis)

De pequeno a médio porte, o Manacá da Serra é muito comum em calçadas e jardins, possui belíssimas flores que nascem brancas, ficam rosadas e morrem roxas, e é a única árvore do gênero que muda suas flores de cor. É uma ótima opção para paisagismo urbano, pois não apresenta raízes agressivas, permitindo seu plantio em diversos espaços.

manacá da serra florO Manacá é uma árvore característica de clima tropical úmido e precisa ser irrigado periodicamente por pelo menos um ano após o plantio no local definitivo. Esta espécie necessita de sol, solo fértil e drenável, enriquecido com matéria orgânica. 

  • Altura média: 7 a 12 m.
  • Crescimento anual médio: rápido.
  • Meses e duração da floração: floresce durante os meses de novembro-fevereiro e os frutos amadurecem em fevereiro-março. 

 

 

8. Chuva de Ouro (Lophantera lactescens)

Chuva de Ouro, também conhecida como Lofantera é uma árvore ornamental originária da floresta amazônica, tipicamente tropical e não se desenvolve bem em climas frios. Possui floração na cor amarelo dourado que é composta de belos cachos pendentes, a planta possui uma copa em formato cônico ou ainda piramidal, é muito utilizada para paisagismo.

chuva de ouroEsta espécie se multiplica por meio de sementes, sua taxa de germinação é considerada baixa, mas possui grande efeito ornamental. A Lofantera prefere solo areno argiloso, acrescido de matéria orgânica e ambientes de sol pleno. 

  • Altura média: 10 a 20 m.
  • Crescimento anual médio: médio.
  • Meses e duração da floração: durante os meses de fevereiro a maio, e a maturação dos frutos de setembro a outubro. 

 

Artigos relacionados: 

 saber mais arvores nativas

 

 

 

 

 

 

 

  

 

Ligar

icon telefoneFale conosco!

(11) 4063-5206

 

Bate-Papo

icon chat

Receba ajuda de um

especialista on-line

Das 8h às 18h

E-mail

icon email

Envie-nos perguntas

detalhadas sobre sua dúvida

Saber Mais

Saber Mais

Use a Central de Atendimento

para encontrar as respostas

rapidamente.

Logo IBF

 WhatsApp IBF

bnds edit

Endereço

Instituto Brasileiro de Florestas

IBF Londrina

- Rua Sena Martins, 281B
Bela Vista, Londrina - Paraná
86015-060

+55 (43) 3324-7551

IBF Curitiba

- Rua Lívio Moreira, 631
São Lourenço, Curitiba - Paraná
82200-070

+55 (41) 3018-4551