Simule seu investimento em mogno africano AGORA Simular

Araticum-do-MatoNome Científico: Rollinia sylvatica (Annonaceae), Araticum do Mato.

Características: Espécie arbórea de porte médio com altura de 6-8 m e com tronco de 30-40 cm de diâmetro. A copa do Araticum do Mato é de forma globosa contem folhas simples, ovaladas e elípticas, com 11 cm de comprimento. Suas flores são isoladas e de coloração amarela, de até 3 cm de comprimento e, os frutos, globosos, carnosos e com saliências.

Locais de Ocorrência: Ocorre naturalmente de Pernambuco ao Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul, em várias formações florestais.

Madeira: É própria para confecção de canoas e pequenas embarcações, obras internas, forros, carpintaria, escultura e confecção de objetos de uso doméstico. Além disso, é apropriada para a produção de lenha e carvão.

Aspectos Ecológicos: Planta de matas secundárias iniciais, desenvolvendo-se em clareiras pequenas ou mais raramente no sub-bosque. Floresce entre os meses de setembro e dezembro, e a frutificação ocorre de janeiro a abril. É uma espécie importante na regeneração de áreas degradadas e atrai grande quantidade de animais.

As espécies de árvores nativas como a ARATICUM DO MATO são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com a certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Pitangueira!

Fale Conosco