Muda de Acerola

Nome Popular: Acerola, cereja-das-antilhas, cereja-do-pará

Nome Científico: Malpiguia emarginata

Família: Malpighiaceae 

Características: a Acerola é um arbusto de até 3 metro de altura, seu tronco se ramifica desde a base e apresenta uma copa densa de pequenas folhas escuras, brilhantes e esverdeadas. Sua floração se dá durante o ano todo, são dispostas em cachos e suas flores apresentam tom, cor rosado e esbranquiçada. Passado três ou quatro semanas de sua floração, ocorre sua frutificação. O fruto da aceroleira, a acerola, quando madura, tem uma variação de cor que vai do vermelho ao vinho, passando pelo alaranjado. Essa planta é oriunda das Antilhas, América Central e norte da América do Sul, por ser uma árvore muito rústica, se adaptou facilmente ao clima brasileiro.

As espécies de árvores nativas como a ACEROLA são muito indicadas para ações de reflorestamento, preservação ambiental, arborização urbana, paisagismos ou plantios domésticos. O reflorestamento, por exemplo, corresponde a implantação de florestas em áreas que já foram degradadas, seja pelo tempo, pelo homem ou pela natureza.

Já quando há a finalidade de arborização urbana ou paisagismo, é necessário avaliar o espaço em que a muda será plantada para que não haja problemas com a fiação elétrica ou rachaduras na calçada.

No viveiro do Instituto Brasileiro de Florestas é possível encontrar mudas de árvores nativas produzidas em tubetes plásticos de diversos tamanhos. Todas com a certificação no Registro Nacional de Mudas e Sementes – RENASEM.

Confira também sobre Quaresmeira!

Fale Conosco