Simule seu investimento em mogno africano AGORA Simular

Bioma Pantanal

Pantanal

O Pantanal ocupa uma área de 150.355 Km², possuindo quase 2% do território nacional e é constituído principalmente por savana estépica alagada. Este bioma está presente em apenas dois estados brasileiros: o Mato Grosso com 7% de ocupação do território e o Mato Grosso do Sul com 25%. A região é uma planície aluvial influenciada por rios que drenam a bacia do Alto Paraguai, onde se desenvolve uma fauna e flora de rara beleza e abundância.

No Pantanal, o clima é marcado pelas altas temperaturas, grande índice pluviométrico, um verão quente e chuvoso e um inverno frio e seco. Assim, o solo que se forma é utilizado como áreas de pastagens para o gado. A vegetação pantaneira, dependendo da altitude, envolve as gramíneas, árvores de médio porte, plantas rasteiras e arbustos.

jacaré no pantanal

Solos

O bioma apresenta também, solos predominantemente arenosos (Pdzól Hidromórfico), revestidos com forrageiras nativas. Detém aproximadamente três milhões de cabeças de bovinos de corte e são criadas em regime extensivo de exploração em grandes propriedades, o que faz da pecuária sua principal atividade econômica há mais de 200 anos. Esse sistema tradicional de exploração tem causado impactos externos que ameaçam a biodiversidade e, conseqüentemente, coloca em risco a sustentabilidade dos ecossistemas dessa imensa planície.

Fauna

A fauna do Pantanal é bastante diversificada. Levantamentos registraram cerca de 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves e 132 espécies de mamíferos sendo 2 endêmicas. Jacarés, capivaras e onças estão entre os principais animais. Dentre as espécies de jacarés mais encontradas estão: o jacaré-do-Pantanal, o jacaré-comum e o jacaré-do-papo-amarelo. Os jacarés não são animais agressivos como vemos em muitos filmes, só atacam os homens quando se sentem ameaçados e sua dieta é a base de peixes.  

Além dos jacarés, é possível encontrar diferentes cobras, como a sucuri, a jararaca e a jiboia e o sinimbú, um tipo de lagarto. Existe ainda no pantanal uma infinidade de formigas, cupins, aranhas e mosquitos.

A abundância de água neste grande ecossistema, é um grande diferencial do bioma pantaneiro que favorece a existência de numerosos animais aquáticos. Dentre a variedade de peixes, encontra-se pintados, pacus, dourados, piauçus e jaús. Os jaús são bagres gigantes que chegam a medir um metro e meio de comprimento e pesar 120 quilos.

As principais atividades econômicas do Pantanal são a pecuária, pesca e o turismo. Porém as maiores ameaças a este bioma são o desmatamento e o manejo inadequado de terras para agropecuária, a construção de hidrelétricas e o crescimento urbano e populacional.

Saiba mais sobre outros biomas brasileiros: