Como imunizar a madeira na primeira colheita florestal

Imunizar a madeira é um processo fundamental para proteger a madeira contra o ataque de cupins, fungos, umidade e outros agentes. O processo consiste em imergir as madeiras em solução química para proteger do ataque de agentes químicos, físicos e biológicos. O tratamento caseiro da madeira deve ser feito dentro de 24h após o desbaste e não é recomendado para ser feito em grande escala.tanque solucao imunizar a madeira

A madeira desbastada deve ser roliça, reta, preferencialmente sem nós, com diâmetro entre 7 e 15 cm e com comprimento máximo de 2,5 m. Também precisa estar descascada, após bater nela com um macete de madeira, ela se solta facilmente e pode ser puxada. 

Para escolher o local de tratamento deve se tomar alguns cuidados como, por exemplo, ser afastado de residências e de locais de cultivo e de criação de animais devido ao uso de produtos químicos. É necessário também que o local seja coberto, para proteger da chuva e sol, porém aberto nas laterais para que seja possível a dispersão dos gases químicos. 

 

Preparo e aplicação da solução imunizadora

Para preparar a solução e imergir as madeiras, deve-se usar um tambor de plástico ou de metal de 200 litros, com diâmetro de aproximadamente de 57 cm. Conforme orientado pela Emater, é importante que o tambor siga essas dimensões, pois os cálculos das quantidades de madeira e dos ingredientes foram feitos com base nesse padrão. 

Antes de preparar esse material, é de extrema importância o uso de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs). Neste caso, recomenda-se o uso de luvas, avental, máscara, botas para o manuseio da solução, seguindo sempre as orientações do fabricante. 

O material para preparo de 100 litros da solução preservadora, também conhecida como CCB (cromo, cobre, boro), será misturada em um tambor separado com as seguintes quantidades:

  • 1900 gramas de dicromato de sódio (cromo);
  • 1700 gramas de sulfato de cobre ou sulfato cúprico (cobre);
  • 1200 gramas de ácido bórico (boro).

secagem madeira tratadaApós o preparo dessa solução, coloque as madeiras dentro de outro tambor, seguindo as especificações mencionadas, e adicione a solução até alcançar 55 cm de altura. Acrescente 1 cm de óleo de motor queimado, isso fará com que haja a diminuição da evaporação dessa solução fazendo com que ela seja absorvida pela madeira.

As madeiras devem permanecer nessa solução durante 10 dias. Desses 10 dias, 7 dias a madeira deve ser colocada em pé e 3 dias de cabeça para baixo. Feito isso, as estacas serão empilhadas e secas à sombra por mais 30 dias e já estão prontas para o uso.

Evite descartar a solução no solo para evitar contaminação. É importante lembrar que essa madeira tratada não pode ser queimada devido às toxinas presentes. Neste processo, obtém-se a preservação da madeira e aumenta-se consideravelmente sua vida útil.

Case Barão de Monte Alto/MG 

No processo de desbaste da floresta de Mogno Africano de 3 anos de idade em Barão de Monte Alto/MG, foram selecionadas e demarcadas as árvores que apresentaram menor desenvolvimento comparada com as outras. Nessa primeira colheita florestal, as toras apresentaram diâmetro entre 8 e 15 cm, com alturade 15 a 18 metros.

secagem madeira empilhada

Para imunizar este primeiro corte, foi utilizada uma metodologia diferente. Após cortadas, as madeiras foram levadas até a unidade de tratamento dentro da própria fazenda, onde estavam 4 tanques, cada um deles com capacidade de comportar 1.300 litros da solução imunizadora respeitando as quantidades recomendadas pela Emater. Essa quantidade usada pode render até 6.000 estacas/mês.

Feito a imersão na solução durante o período mencionado anteriormente, essas estacas são empilhadas e colocadas na sombra para secarem. Passado 30 dias do processo de secagem da madeira já estão prontas para o uso.

Agenda de Cursos

Vantagens do Mogno

 

 

 

 

Treinamento

 

Boletim Informativo

Mogno Africano

Ligar

icon telefone

Fale com um especialista do IBF

das 8h às 18h

+55 11 4063-5206

Bate-Papo

icon chat

Receba ajuda de um

especialista on-line

Das 8h às 18h

E-mail

icon email

Envie-nos perguntas

detalhadas sobre sua dúvida

Saber Mais

Saber Mais

Use a Central de Atendimento

para encontrar as respostas

rapidamente.

Logo IBF

 whats

bnds edit

Nossos Serviços

Endereço

Instituto Brasileiro de Florestas

IBF Londrina

- Rua Sena Martins, 281
Bela Vista, Londrina - Paraná
86015-060

+55 (43) 3066-2045

IBF Curitiba

- Rua Lívio Moreira, 631
São Lourenço, Curitiba - Paraná
82200-070

+55 (41) 3018-4551